Tarte de batata

Tarte de batata

Lembro-me de há uns anos ter comido uma tarte de batata deliciosa (terei cozinhado ou comido fora? Não me lembro!). Então quando o Hugo trouxe um saco de batatas da horta dele, nem pensei duas vezes e quis tentar repetir essa tarte.

Calhou bem, porque há uns dias tinha voltado a fazer massa quebrada (há anos que não fazia), para experimentar uma receita sem manteigas ou margarinas, na qual usei azeite e correu muito bem. Desta vez, pensei fazer uma massa quebrada integral.

Talvez todas estas opções não tenham resultado numa excelente combinação. Uma tarte de batata? Nem fotograficamente resultou. Mesmo assim, decidi publicar esta receita por ter feito duas experiências que correram bem:

  1.  Massa quebrada com farinha integral. É certo que ficou menos elástica mas resultou na perfeição.
  2. Natas vegetais. Usei a bebida de aveia caseira para substituir as natas nas tartes, quiches e afins. Ainda não tinha chegado a uma combinação que funcionasse bem e que se assemelhasse à utilização combinada de ovos e leite ou natas. Estes elementos servem como aglutinadores nas tartes, quando arrefece fica sólido e faz com que seja possível cortar uma fatia facilmente, para além de darem um sabor muito característico. Ignorei a parte do sabor: algo que não seja ovos ou lacticínios, nunca poderá ter o mesmo sabor, certo? (Juro que não percebo as margarinas com sabor a manteiga e coisas do género.) Procurava o mesmo ‘efeito’ aglutinador e lembrei-me que a aveia tem essa capacidade também. Segui praticamente o mesmo procedimento da bebida de noz só que utilizei menos água e não coei no final. Deixei ficar o resíduo o que originou uma bebida mais densa e espessa. E resultou muito bem. Até fiquei admirada não me ter ocorrido esta alternativa anteriormente.

Tarte de batata

Ingredientes

1 massa quebrada integral (receita no fim mas podem usar de compra)
500g de batatas
2 cebolas grandes cortada em rodelas finas
1 colher de sopa de azeite
1 dentes de alho picado
Molho branco ou natas vegetais (receita no fim mas podem usar natas vegetais de compra)
1 colher de sopa de orégãos
Sal e pimenta a gosto

Preparação

  1. Numa frigideira, colocar uma colher de sopa de azeite adicionar a cebola, o alho e um pouco de sal. Refogar lentamente até ficar bem dourado. Reservar.
  2. Enquanto isso, lavar as batatas e cortá-las às rodelas finas.
  3. Numa tarteira colocar a massa, de seguida uma camada do molho branco/ natas, espalhar as rodelas de batatas por cima. A meio da altura da tarte, fazer uma camada com a cebola refogada. Completar com as restantes rodelas de batata. Após a última camada de batata, cobrir com o restante molho branco/ natas, salpicar com orégãos e pimenta moída.
  4. Levar ao forno pré aquecido a 180ºC e deixa assar até que fique bem dourada.

Massa quebrada integral

Ingredientes

2 chávenas de farinha trigo integral
¾ chávena água morna
⅓ cup azeite
Pitada de sal

Preparação

  1. Misturar o sal com a farinha e adicionar os líquidos.
  2. Amassar com as mãos.
  3. Fazer uma bola, envolver em película aderente ou pano e guardar no frigorífico durante 30 min.

Molho branco ou natas vegetais

Ingredientes

1/2 chávena de flocos de aveia integrais
1 chávena de água morna
1 pitada de noz moscada e pimenta preta
Sal a gosto

Preparação

  1. Colocar a aveia de molho em água morna e deixar pelo menos uns 15 minutos. No fim, descartar a água da demolha, passar por água corrente e escorrer bem.
  2. No liquidificador, triturar a aveia com 1 chávena de água morna até ficar um creme homogéneo, cremoso e consistente. Adicionar noz moscada e o sal a gosto e triturar um pouco mais.

 

One thought on “Tarte de batata

  1. Pingback: Creme de agrião

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *